evolução

O ser humano foi criado egoísta e com a necessidade de amar reduzida, mas desde a criação, o sentimento do amor o induz à valorização/manutenção da vida em geral. Com a satisfação da necessidade de amar ocorre a evolução, e com ela, ambos, o sentimento e a necessidade, crescem em intensidade e importância.

O atendimento das necessidades de Amar, em decorrência das facilidades, tende a se dar na seguinte ordem:

  • Dar coisas até dar-se;

  • Dar-se aos carentes (necessitados) até dar-se aos independentes (afortunados);

  • Dar-se quando há reciprocidade até fazê-lo apenas pelo prazer de se dar;

  • Dar-se às plantas, a seguir aos animais até dar-se às pessoas;

  • Dar-se a quem (ao que) está próximo (e/ou é conhecido) até dar-se ao distante (e/ou desconhecido);

  • Dar-se ao igual até dar-se ao diferente.

É preciso conhecer para compreender; compreender para aceitar; aceitar para amar.